história

Comecei no atletismo quando tinha 12 anos de idade por incentivo de meus irmãos que já corriam. Certa vez eles foram participar de uma prova de 10 km e fui junto para assistir, chegando ao local descobrimos que ocorreria também uma corrida infantil de 3 km e que estavam fazendo inscrições na hora, então resolvi participar ficando em terceiro lugar sem nunca ter treinado antes. Empolguei-me e comecei a treinar, foram um ano e meio só correndo até eu conhecer o triathlon e perceber que era isto que eu queria. Pratiquei triathlon durante 8 anos onde obtive ótimos resultados, participei de 2 ironman e sempre tendo a corrida como meu ponto forte, tanto que eu sempre fazia a melhor corrida do geral, inclusive do profissional. Por este motivo no final de 1999 recebi o convite do Pão de Açúcar para integrar a equipe de atletismo deles, assim, em janeiro de 2000 eu assinei contrato com eles, abandonei completamente o triathlon e desde então tenho me dedicado somente ao atletismo como esporte, tendo a maratona como especialidade. No começo foi um pouco difícil por não estar acostumado a treinar só corrida todos os dias e também pela massa muscular que eu tinha devido a natação e o ciclismo. Com apenas 1 mês de treino especifico já fui o melhor brasileiro na maratona de Paris de 2000 com o tempo de 2h21min.54seg., exatamente 7 minutos abaixo do meu melhor tempo em maratona quando praticava triathlon. Daí em diante os resultados foram aparecendo e hoje sou Octacampeão da Maratona da Disney e tenho como melhor marca em maratonas o tempo de 2h15min.39seg. obtida em 2009 na maratona do 12º Campeonato Mundial de Atletismo, realizado em Berlim - Alemanha.
Meu único objetivo como atleta ainda não alcançado foi participar do Ironman do Havaí. Por isso, minha meta aos meus 40 anos de idade será voltar a praticar triathlon e tentar uma vaga para o Ironman do Havaí na faixa etária 40 a 44 anos.

Dificuldades superadas

Em 2001, duas semanas após correr a Maratona de Paris tive uma lesão no joelho direito (um estiramento do ligamento colateral lateral) o que me impossibilitou de treinar adequadamente durante três meses. Após tratamento e fisioterapia voltei a correr normalmente e consegui ótimos resultados no ano de 2002 e 2003. Porém o pior estava por vir, ao final de 2003 quando estava em preparação para tentar o Bi-campeonato na Disney tive uma gravíssima lesão que apareceu de vez após alguns meses que já vinha incomodando de leve. Foi uma pubeite, uma inflamação no púbis que atingiu um grau tão elevado que tive de ficar 6 meses sem treinar (de Dezembro de 2003 à Maio de 2004), tomando antiinflamatórios e fazendo muita fisioterapia para apenas em Junho conseguir retomar levemente os treinos. Em Setembro, após três meses de treinamento e totalmente recuperado, dei a volta por cima e completei a 16ª Meia Maratona de Buenos Aires em 4º lugar geral e de quebra fazendo minha melhor marca para a distância de 21,1km, 1h05min.59seg. Daí em diante os resultados começaram a aparecer ainda melhores que antes da lesão. O que mais me ajudou nesta recuperação além de minha força de vontade, foi o apoio que tive de minha esposa e família, além dos meus patrocinadores que confiaram e acreditaram no meu potencial e em minha recuperação, continuando assim ao meu lado, renovando os contratos mesmo eu parado sem treinar.

Rotina de Treinamento Atual

Treino sete dias por semana sendo ao todo 12 sessões de treinamento. De 2ª feira tenho um treino de ritmo pela manhã que varia entre 16 à 18km, às 3ª e 5ª feira pela manhã tenho treino de pista onde faço tiros de velocidade (400m, 600m, 1000m, 3000m, etc.) que variam a metragem de acordo com o objetivo. Ao todo, incluindo aquecimento, educativos, parte principal e desaquecimento estes treinos de pista dão em torno de 22 à 25km. De 4ª feira tenho apenas uma rodagem de 21km. Às 6ª feiras faço musculação pela manhã e corro mais 15km logo após. Aos sábados tenho um treino mais longo e único que varia de 25 à 30km e aos domingos uma rodagem leve de 10 à 12km. Quando participo de alguma prova no domingo, no sábado faço apenas uma rodagem leve de 40 minutos. Além destes treinos principais que acontecem sempre pela manhã, ao final da tarde, às 2ª, 3ª, 5ª e 6ª feira faço mais uma rodagem leve de 50 minutos que dá em torno de 12 a 13 km.

Rotina de Trabalho Atual

Sou formado em Educação Física e pós-graduado em Administração e Marketing Esportivo, no qual sou sócio-proprietário e treinador da assessoria esportiva que leva meu nome “Adriano Bastos Treinamento Esportivo”. Distribuo meus horários entre treinamentos como atleta profissional e também como treinador onde faço a parte especifica de preparação das planilhas dos meus alunos, mantenho contato com eles por telefone e e-mails diariamente, além de acompanhá-los ao vivo nos treinos que acontecem na USP no período da noite.

Patrocinadores